Notícias

Maio Amarelo: CRT-RN realiza palestra sobre segurança no trânsito para diretoria executiva e colaboradores

  • 24 de maio de 2024

No Brasil, os acidentes de trânsito aparecem em 8º lugar entre as principais causas de morte.

Na tarde da última quinta-feira (23), o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Rio Grande do Norte (CRT-RN) realizou a palestra “Maio Amarelo: mês da conscientização da segurança no trânsito” para membros da diretoria executiva e colaboradores de Natal e Mossoró.

A apresentação foi proferida por Carlos Maia, que é bombeiro civil, educador corporativo, socorrista e técnico em Segurança do Trabalho. Iniciando com uma dinâmica para que todos interagissem.

Em seguida, houve esclarecimento sobre: as consequências de acidentes de trânsito; estatísticas de acidentes no Brasil; algumas das principais causas; direção defensiva, respeito à sinalização, respeito aos limites de velocidade e manutenção regular do veículo.

Quando expôs os números estatísticos, Carlos Maia destacou que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o terceiro país com mais óbitos no trânsito em todo mundo.

Maio Amarelo

A Organização das Nações Unidas (ONU) decretou, em 11 de maio de 2011, a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Com isso, o mês de maio se tornou referência mundial para balanço das ações que o mundo inteiro realiza. A cor foi escolhida porque simboliza atenção e a sinalização de advertência no trânsito.

No Brasil, a campanha está em sua 11ª edição, tendo como objetivo sensibilizar a sociedade para a importância da adoção de comportamentos mais seguros no trânsito com foco na responsabilidade de cada cidadão na promoção da segurança viária.
Em 2024, o tema definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é “Paz no trânsito começa por você!” e conta com apoio de vários setores da esfera governamental, além de órgãos e instituições públicas e privadas.

Responsabilidade no Trânsito

O Brasil ocupa uma posição vergonhosa ou no mínimo incômoda no cenário mundial. De acordo com dados do Ministério da Saúde, anualmente, ocorrem em média 40 mil mortes no trânsito. Muitas pessoas sofrem lesões graves ou permanentes em acidentes. Isso afeta não só a vida delas, mas também de suas famílias e da sociedade como um todo.

É essencial que todos adotem comportamentos seguros, como respeitar os limites de velocidade, não dirigir sob efeito de álcool ou drogas, usar o cinto de segurança, cumprir as leis de trânsito e estar atento às condições das vias.

A OMS reforça que a segurança no trânsito é uma responsabilidade não é apenas dos motoristas, mas de todos, seja pedestre, ciclista ou motociclista. O respeito pelas leis de trânsito e a adoção de comportamentos seguros ao utilizar as vias públicas são indispensáveis para evitar acidentes e mortes

Últimas notícias

Junho vermelho: CRT-RN promove palestra sobre a importância da doação de sangue

Em adesão à campanha junho vermelho, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Rio Grande do Norte (CRT-RN) promoveu na última sexta-feira, dia 21, a…
Ler mais...

CRT-RN realiza 30ª Reunião Plenária Ordinária

O Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Rio Grande do Norte (CRT-RN) realizou na última sexta-feira, dia 21, a 30ª Reunião Plenária Ordinária. A ocasião…
Ler mais...

Cursos técnicos podem evitar o apagão de mão de obra no país

Na última segunda-feira (17), a professora Cleunice Rehem, Presidente da Associação Fórum Nacional das Mantenedoras de Instituições de Educação Profissional e Tecnológica (BrasilTEC), em entrevista…
Ler mais...

Maio Amarelo: CRT-RN realiza palestra sobre segurança no trânsito para diretoria executiva e colaboradores

  • 24 de maio de 2024

No Brasil, os acidentes de trânsito aparecem em 8º lugar entre as principais causas de morte.

Na tarde da última quinta-feira (23), o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Rio Grande do Norte (CRT-RN) realizou a palestra “Maio Amarelo: mês da conscientização da segurança no trânsito” para membros da diretoria executiva e colaboradores de Natal e Mossoró.

A apresentação foi proferida por Carlos Maia, que é bombeiro civil, educador corporativo, socorrista e técnico em Segurança do Trabalho. Iniciando com uma dinâmica para que todos interagissem.

Em seguida, houve esclarecimento sobre: as consequências de acidentes de trânsito; estatísticas de acidentes no Brasil; algumas das principais causas; direção defensiva, respeito à sinalização, respeito aos limites de velocidade e manutenção regular do veículo.

Quando expôs os números estatísticos, Carlos Maia destacou que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o terceiro país com mais óbitos no trânsito em todo mundo.

Maio Amarelo

A Organização das Nações Unidas (ONU) decretou, em 11 de maio de 2011, a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Com isso, o mês de maio se tornou referência mundial para balanço das ações que o mundo inteiro realiza. A cor foi escolhida porque simboliza atenção e a sinalização de advertência no trânsito.

No Brasil, a campanha está em sua 11ª edição, tendo como objetivo sensibilizar a sociedade para a importância da adoção de comportamentos mais seguros no trânsito com foco na responsabilidade de cada cidadão na promoção da segurança viária.
Em 2024, o tema definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é “Paz no trânsito começa por você!” e conta com apoio de vários setores da esfera governamental, além de órgãos e instituições públicas e privadas.

Responsabilidade no Trânsito

O Brasil ocupa uma posição vergonhosa ou no mínimo incômoda no cenário mundial. De acordo com dados do Ministério da Saúde, anualmente, ocorrem em média 40 mil mortes no trânsito. Muitas pessoas sofrem lesões graves ou permanentes em acidentes. Isso afeta não só a vida delas, mas também de suas famílias e da sociedade como um todo.

É essencial que todos adotem comportamentos seguros, como respeitar os limites de velocidade, não dirigir sob efeito de álcool ou drogas, usar o cinto de segurança, cumprir as leis de trânsito e estar atento às condições das vias.

A OMS reforça que a segurança no trânsito é uma responsabilidade não é apenas dos motoristas, mas de todos, seja pedestre, ciclista ou motociclista. O respeito pelas leis de trânsito e a adoção de comportamentos seguros ao utilizar as vias públicas são indispensáveis para evitar acidentes e mortes

Últimas notícias

Junho vermelho: CRT-RN promove palestra sobre a importância da doação de sangue

Em adesão à campanha junho vermelho, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Rio Grande do Norte (CRT-RN) promoveu na última sexta-feira, dia 21, a…
Ler mais...

CRT-RN realiza 30ª Reunião Plenária Ordinária

O Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Rio Grande do Norte (CRT-RN) realizou na última sexta-feira, dia 21, a 30ª Reunião Plenária Ordinária. A ocasião…
Ler mais...

Cursos técnicos podem evitar o apagão de mão de obra no país

Na última segunda-feira (17), a professora Cleunice Rehem, Presidente da Associação Fórum Nacional das Mantenedoras de Instituições de Educação Profissional e Tecnológica (BrasilTEC), em entrevista…
Ler mais...
Pular para o conteúdo