Notícias

Novembro Azul: Entenda a Campanha

  • 3 de novembro de 2020

O mês de novembro inicia com a cor azul para lembrar da conscientização sobre a saúde do homem. A campanha traz um alerta para os altos índices de câncer de próstata e enfatiza a importância do diagnóstico precoce.

Além de promover o fim do preconceito contra a realização dos exames preventivos, como o exame do toque retal. Porquanto esse é um, entre tantos outros aspectos culturais que prejudicam o diagnóstico e controle da doença. Já que para muitos homens isso está associado à perda da virilidade. Por consequência, existe muita resistência na hora de buscar ajuda médica, o que acaba levando a uma descoberta da doença já em estágio avançado, quando as chances de cura são menores.

Embora aborde especialmente sobre o câncer de próstata, a campanha Novembro Azul discorre também sobre outros temas relacionados à saúde do homem, como o câncer dos testículos, depressão e outras doenças, que são assuntos importantes tratados por especialistas no mês de prevenção contra o câncer de próstata.

O câncer de próstata costuma ser uma doença silenciosa, por isso a necessidade das medidas preventivas. De acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, vindo logo depois do câncer de pele não-melanoma.

Como Surgiu a campanha Novembro Azul?

A campanha teve início no ano de 2003, na Austrália, quando alguns amigos tiveram a ideia de deixar o bigode (que, na época, estava fora de moda) crescer, com o objetivo de chamar a atenção para a saúde masculina.

No começo, um grupo de 30 homens aceitou a proposta, e assim surgiu a Movember Foundation, uma organização sem fins lucrativos que busca arrecadar fundos para pesquisar e auxiliar o tratamento do câncer de próstata e outras doenças que acometem os homens frequentemente. Conforme os anos foram passando, a campanha conquistou cada vez mais adeptos, até tornar-se mundial. Hoje, ela é feita em mais de 20 países.

Adotar hábitos saudáveis pode reduzir os casos da doença

Entre as medidas que contribuem para prevenir o câncer de próstata estão a adoção de comportamentos protetores, como a escolha de hábitos saudáveis. Apesar de ser uma doença de difícil prevenção, visto que a ciência ainda não conhece todos os fatores de risco, especialistas recomendam optar por práticas cotidianas saudáveis, entre os principais estão: seguir uma alimentação saudável com menos gordura e à base de frutas, verduras e cereais; praticar atividades físicas com regularidade; evitar bebidas alcoólicas e manter o peso adequado.

Últimas notícias

CRT-RN realiza reunião mensal com a Equipe de Fiscalização

Na manhã dessa terça-feira, 12 de janeiro, o CRT-RN realizou reunião com a Equipe de Fiscalização. Estavam presentes: Jerônimo Andrade, Presidente do CRT-RN; Raimundo Gomes…
Ler mais...

Atenção aos Técnicos Industriais – CRT-RN

Resolução CFT 116/2020 atualiza os valores válidos para 2021: Taxa de análise de registro PF: R$ 56,37 Anuidade PF: R$ 297,96 (até 31/03/2021) Taxa de análise de registro PJ:…
Ler mais...

7ª Reunião de Diretoria Executiva do CRT-RN do Ano de 2020

Aconteceu na última segunda-feira, dia 07 de dezembro, a 7ª Reunião da Diretoria Executiva do CRT-RN ano 2020. A mesma foi conduzida pelo Presidente do…
Ler mais...

Novembro Azul: Entenda a Campanha

  • 3 de novembro de 2020

O mês de novembro inicia com a cor azul para lembrar da conscientização sobre a saúde do homem. A campanha traz um alerta para os altos índices de câncer de próstata e enfatiza a importância do diagnóstico precoce.

Além de promover o fim do preconceito contra a realização dos exames preventivos, como o exame do toque retal. Porquanto esse é um, entre tantos outros aspectos culturais que prejudicam o diagnóstico e controle da doença. Já que para muitos homens isso está associado à perda da virilidade. Por consequência, existe muita resistência na hora de buscar ajuda médica, o que acaba levando a uma descoberta da doença já em estágio avançado, quando as chances de cura são menores.

Embora aborde especialmente sobre o câncer de próstata, a campanha Novembro Azul discorre também sobre outros temas relacionados à saúde do homem, como o câncer dos testículos, depressão e outras doenças, que são assuntos importantes tratados por especialistas no mês de prevenção contra o câncer de próstata.

O câncer de próstata costuma ser uma doença silenciosa, por isso a necessidade das medidas preventivas. De acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, vindo logo depois do câncer de pele não-melanoma.

Como Surgiu a campanha Novembro Azul?

A campanha teve início no ano de 2003, na Austrália, quando alguns amigos tiveram a ideia de deixar o bigode (que, na época, estava fora de moda) crescer, com o objetivo de chamar a atenção para a saúde masculina.

No começo, um grupo de 30 homens aceitou a proposta, e assim surgiu a Movember Foundation, uma organização sem fins lucrativos que busca arrecadar fundos para pesquisar e auxiliar o tratamento do câncer de próstata e outras doenças que acometem os homens frequentemente. Conforme os anos foram passando, a campanha conquistou cada vez mais adeptos, até tornar-se mundial. Hoje, ela é feita em mais de 20 países.

Adotar hábitos saudáveis pode reduzir os casos da doença

Entre as medidas que contribuem para prevenir o câncer de próstata estão a adoção de comportamentos protetores, como a escolha de hábitos saudáveis. Apesar de ser uma doença de difícil prevenção, visto que a ciência ainda não conhece todos os fatores de risco, especialistas recomendam optar por práticas cotidianas saudáveis, entre os principais estão: seguir uma alimentação saudável com menos gordura e à base de frutas, verduras e cereais; praticar atividades físicas com regularidade; evitar bebidas alcoólicas e manter o peso adequado.

Últimas notícias

CRT-RN realiza reunião mensal com a Equipe de Fiscalização

Na manhã dessa terça-feira, 12 de janeiro, o CRT-RN realizou reunião com a Equipe de Fiscalização. Estavam presentes: Jerônimo Andrade, Presidente do CRT-RN; Raimundo Gomes…
Ler mais...

Atenção aos Técnicos Industriais – CRT-RN

Resolução CFT 116/2020 atualiza os valores válidos para 2021: Taxa de análise de registro PF: R$ 56,37 Anuidade PF: R$ 297,96 (até 31/03/2021) Taxa de análise de registro PJ:…
Ler mais...

7ª Reunião de Diretoria Executiva do CRT-RN do Ano de 2020

Aconteceu na última segunda-feira, dia 07 de dezembro, a 7ª Reunião da Diretoria Executiva do CRT-RN ano 2020. A mesma foi conduzida pelo Presidente do…
Ler mais...